Resenha da Bia: O Julgamento de Gabriel de Sylvain Reynard


Olá Queridos Leitores ! Hoje é segunda, 《Dia de Resenha da Bia》. A resenha de hoje será de um livro muito especial para mim publicado pela Editora Arqueiro.

SINOPSE: Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. 

Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. 

Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? 

Na apaixonante sequência de O inferno de Gabriel, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão. 


■Resenha:■Continuando as resenhas da Série Gabriel, hoje vamos falar sobre o segundo livro da Série: “O Julgamento de Gabriel”. Quem acompanhou minha resenha do primeiro livro, deixei claro que você vai encontrar aqui um obra de romance propriamente dito, e não um ¤《romance hot》¤, quero frisar novamente essa questão, para esclarecer uma confusão que existe sobre essa série.

□《Esta resenha pode conter SPOILER.》□

O segundo livro inicia exatamente onde finalizou o primeiro. Gabriel e Juliane, finalmente viveram sua primeira noite de amor em Florença, e agora continuam na cidade para que o Professor possa ministrar sua palestra na cidade. O título do livro deixa bem claro qual será o enredo da história, confesso que fiquei bem apreensiva imaginando o que poderia acontecer.

Como sou uma eterna romântica, um dos diversos pontos que me conquistou na história foi a romantização de Gabriel e Juliane, para quem não gosta, pode considerar muito meloso, mas no meu caso, foi apenas mais uma motivo para amar essa trilogia. O cuidado de Gabriel com Juliane é maravilhoso, muitas vezes ele precisa controlar sua intensidade, mas a devoção com a qual ele cuida dela é simplesmente encantador.

Continuando sobre o segundo livro. Gabriel e Juliane se envolveram mesmo sabendo que não estava correto (Professor x Aluna), pois, estavam infringindo diversas normas da Universidade, e, caso fossem descobertos, serias consequências cairiam sobre suas vidas, principalmente no futuro acadêmico de Juliane. Senti-me muito aflita no desenrolar de todas essas questões, pois, no decorrer da história o conflito foi inevitável, e cheguei a pensar que eles não ficariam juntos, mas a resolução do autor, foi maravilhosa, e se justificou totalmente, amarrando todos os pontos da história.

Um ponto fundamental desse livro foi o evidente o amadurecimento de Gabriel e Juliane, diante de seus traumas e demônios. E preciso registrar que como leitora isso é uma delícia de se ler e perceber, pois, percebemos como a escrita do autor é madura, e como ele conseguiu desenvolver os personagens com uma maestria sem igual. Já li em algumas avaliação e resenhas, as pessoas classificando Júlia como sonsa e chata, e Gabriel como arrogante, não discordo, entretanto, quando lemos o decorrer da história, o perfil dos personagens é exatamente o que deveria ser, eles não seriam tão bem desenvolvidos se não fossem cada um com essas características, que incomodam a alguns.

A narrativa do livro na minha opinião, continua um atrativo a parte para mim como leitora. Eu amo livros narrados em terceira pessoa, eu consigo me envolver com a história como um todo muito melhor, e a maneira que Sylvain desenvolve a narrativa é totalmente fora da curva do que estamos acostumados a ler no tocante a literatura romântica contemporânea.

Neste segundo livro o autor continuou me agradando com todo o embasamento cultural dado a obra, as diversas referências não apenas literárias, mas de autores como Dostoiévski, teológicas e outras, são um enriquecimento sem igual ao livro. Essas contextualizações deixa a história muito mais interessante e rica, e somado a isso, a transformação dos personagens, neste livro em especial Gabriel, me deixou suspirando.

Se você deu uma chance ao primeiro livro, não irá se decepcionar na continuação. Mesmo que existam claras diferenças no desenrolar da história, leia até o final, e fique ansioso para conferir o desenrolar no terceiro livro.



Livro: O Julgamento de Gabriel (Livro #2)
Série O Inferno de Gabriel
Autor: @sylvainreynard
Editora: @editoraarqueiro
Páginas: 384
Gênero: Romance Drama
Classificação: 18a.
Nota: (5/5)

■《Já conheciam o livro ? Gostaram da resenha? Deixe seus comentários abaixo.》■


Sigam minhas redes sociais:

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário

São proibidas palavras impróprias ou xingamentos.

Sugestões, dúvidas, elogios e críticas construtivas são sempre bem vindos!

Obrigada pelo comentário!