Teatro em Movimento traz a BH o show “Ná Ozzetti – 40 Anos de Carreira”

Ná Ozzetti - Foto por Alexandre Eca

O Festival Teatro em Movimento recebe a cantora e compositora Ná Ozzetti  para show comemorativo de seus 40 anos de carreira, iniciada em 1979 quando passou a integrar o grupo Rumo. Para celebrar, em companhia da banda formada por Dante Ozzetti, Mário Manga, Fernando Sagawa, Sérgio Reze e Zé Alexandre Carvalho, com os quais atua há 10 anos, Ná Ozzetti apresenta sua performance no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, no dia 16 de agosto, sexta-feira, às 21h. 

“Ná Ozzetti - 40 anos de carreira” é apresentado pelo Teatro em Movimento, com o patrocínio do Instituto Unimed-BH, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

O repertório será composto de cerca de 20 canções que fazem parte da trajetória da cantora desde os anos 1980, no grupo Rumo. A concepção do espetáculo, de abordar a teatralidade das canções, como “contos curtos”, é um sonho antigo de Ná. “As canções contém personagens, cenas, histórias...minhas interpretações sempre foram guiadas e estimuladas por essas características”. Para tanto, a cantora convidou a premiada diretora e atriz Carla Candiotto para assumir a direção cênica. O espetáculo conta ainda com cenário e figurino de Marco Lima e iluminação de Wagner Freire. 

Dentre as músicas presentes no show estão: A velha fiando (Dante Ozzetti/Luiz Tatit); Estopim (Dante Ozzetti/Luiz Tatit); Falta alguma coisa (Zé Carlos Ribeiro); Noite torta (Itamar Assumpção); Crápula (Dante Ozzetti/Luiz Tatit); Medo de amar (Vinícius de Moraes); Milágrimas (Itamar Assumpção/Alice Ruiz); Equilíbrio (Ná Ozzetti/Luiz Tatit); Outra viagem (Zé Miguel Wisnik); No rancho fundo (Ary Barroso/Lamartine Babo); A preta do Acarajé (Dorival Caymmi); Camisa Listada (Assis Valente); Canjiquinha quente (Sinhô); Lizete (Kiko Dinucci/Jonathan Silva); Sutil (Itamar Assumpção); Ultrapássaro (Dante Ozzetti/Zé Miguel Wisnik); Show (Fabio Tagliaferri/Luiz Tatit); Adeus batucada (Synval Silva); e Atlântida (Rita Lee/Roberto de Carvalho). 

Ficha técnica:
Ná Ozzetti – voz e direção musical / Carla Candiotto – direção cênica/ Dante Ozzetti – violão e direção musical / Mário Manga – guitarra e violoncelo /Fernando Sagawa – sax tenos, sax soprano, flauta e teclado / Sérgio Reze – bateria e gongos melódicos / Zé Alexandre Carvalho – contrabaixo acústico/ Cenário e figurinos – Marco Lima / Projeto de iluminação – Wagner Freire/ Técnico de som – Renato Coppoli/ Produção local: Rubim Produções/ Realização em Belo Horizonte: Teatro em Movimento, com o patrocínio do Instituto Unimed-BH, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. 

Ná Ozzetti - Biografia 
Maria Cristina Ozzetti, conhecida como Ná Ozzetti, nasceu em São Paulo no dia 12 de dezembro de 1958. A prática musical se iniciou em casa em companhia de seus irmãos. Estudou piano na infância, começou a cantar na adolescência e, já adulta, formou-se em artes plásticas. Em 1979, iniciou sua carreira musical com o grupo Rumo, com o qual fez muitos shows e gravou 6 LPs.

Lançou o primeiro álbum solo em 1988, intitulado NÁ OZZETTI, pelo qual recebeu o Prêmio Sharp de revelação feminina na categoria MPB. No segundo disco, NÁ, lançado em 1994, passou a apresentar suas composições. Com este disco conquistou o Prêmio Sharp do ano nas categorias de “melhor disco” e “melhor arranjador” (Dante Ozzetti) no segmento pop-rock. Em 1996, lançou o CD LOVE LEE RITA, em homenagem à conterrânea Rita Lee.  Em 1999, lançou o CD ESTOPIM, com canções inéditas e parcerias com Luiz Tatit, Dante Ozzetti, Itamar Assumpção e Zé Miguel Wisnik. Em 2000, recebeu o prêmio de “melhor intérprete” no Festival da Música Brasileira promovido pela Rede Globo de Televisão, interpretando a canção “Show”, de Fábio Tagliaferri e Luiz Tatit. Como premiação, lançou o disco SHOW, com repertório de clássicos das décadas de 1940/50. Em 2005 lançou, com o pianista e compositor André Mehmari o CD PIANO E VOZ e em 2006 o DVD homônimo, incluindo CD com gravações inéditas do DUO de Piano e Voz. Em 2009, lança o álbum BALANGANDÃS, que traz canções de Assis Valente, Synval Silva, Ary Barroso, Dorival Caymmi e Braguinha, eternizadas na voz de Carmem Miranda. Por este trabalho, Ná e a banda formada por Dante Ozzetti, Mário Manga, Sérgio Reze e Zé Alexandre Carvalho conquistaram o primeiro lugar da categoria de “melhor disco popular” no 5º Prêmio Bravo! Prime de Cultura. Com a mesma banda gravou os discos MEU QUINTAL (2011) e EMBALAR (2013), que recebeu o Prêmio Governador do Estado de SP.

Ao longo de sua carreira participou de projetos com outros artistas, entre eles Zé Miguel Wisnik, Luiz Tatit, Suzana Salles, Itamar Assumpção, Zélia Duncan, Mônica Salmaso, Ivan Vilela, Kiko Dinucci, Rodrigo Campos, Romulo Fróes, Kristoff Silva. Em 2015 participou de dois diferentes projetos com ícones da música popular contemporânea brasileira, tendo lançado os discos "NÁ e ZÉ" com Zé Miguel Wisnik, e "THIAGO FRANÇA" com o Passo Torto.


SOBRE O FESTIVAL TEATRO EM MOVIMENTO

O Festival Teatro em Movimento, coordenado pela Rubim Produções, de Tatyana Rubim, completa 18 anos, em 2019. Já passaram por sua programação mais de  277 montagens, em 738 apresentações, que envolveram cerca de 800 artistas, em 14 cidades, 27 teatros e público superior a 340 mil pessoas. Há 18 anos, o Festival possui como foco principal a circulação de espetáculos e atividades de formação ligadas às Artes Cênicas, valorizando, sobretudo, a produção teatral brasileira. Marcado pelo movimento constante de transformação, o Teatro em Movimento se destaca, entre os festivais nacionais, como o único festival com duração contínua, durante todo o ano e não apenas em um curto período. Desta forma buscamos estimular a regularidade de uma programação teatral dentro do calendário anual de Belo Horizonte, com temporadas freqüentes entre janeiro a dezembro. Além da capital mineira, o Festival acessa outros municípios e estados do Brasil, levando sempre em consideração a riqueza cultural brasileira, valorizando o que é produzido no país e primando pela excelência técnica e artística das produções. Para somar a isso, há 3 anos incluímos a tradução em libras em todos os espetáculos do Festival. Esta foi umas das grandes conquistas do projeto, sempre com o desejo de incluir cada vez mais pessoas em nossos espetáculos, tornando-os cada vez mais democráticos e acessíveis. Em 2018 incluímos também sessões de bate-papo com os artistas após as sessões, ampliando assim a experiência do público.

Inicialmente, atuando em Minas Gerais e seu entorno, o projeto trouxe à capital mineira e algumas cidades do interior, espetáculos com peso nacional, tendo no elenco atores como Bibi Ferreira, Lázaro Ramos, Tais Araújo, Selton Mello, Renata Sorrah, Thiago Lacerda, Grace Passô, Débora Falabela, Yara de Novais, Mateus Solano, Glória Menezes, Antônio Fagundes, Nicete Bruno, Paulo Goulart, Marco Nanini, Luana Piovani, Lilia Cabral, Rodrigo Lombardi, Cláudia Raia, Marisa Orth, Paulo Gustavo, Julia Lemmertz e muitos outros. Dentre os espetáculos que o projeto deslocou para a capital mineira estão “Hamlet”, “Incêndios”, “Esta Criança”, “Gonzagão –a Lenda”, “Bibi Ferreira – Histórias e Canções”, “Quem Tem Medo de Virgínia Woolf”, “O Grande Circo Místico”,  “New York, New York”, “Bem-vindo, Estranho”, “Milton Nascimento –Nada Será Como Antes”, “Cassia Eller –o Musical”, “Azul Resplendor”, “Poema Bar”e muitos outros.



Link para imagens em vídeo:

SERVIÇO: “Ná Ozzetti - 40 anos de carreira”
Dia: 16 de agosto, sexta-feira, às 21h
Local: Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube - Rua da Bahia, 2244 - Lourdes / Telefone: (31) 3516-1360
Duração: 90 minutos / Classificação: livre
Ingressos: R$50,00 (inteira) e R$25,00 (meia entrada)
Vendas pelo site:  www.eventim.com.br
Informações: www.teatroemmovimento.com.br ou (31) 3282-5420

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário

São proibidas palavras impróprias ou xingamentos.

Sugestões, dúvidas, elogios e críticas construtivas são sempre bem vindos!

Obrigada pelo comentário!