Terceira Idade: Dicas para aproveitar viagens ao máximo

Foto por Andrea Hamilton - Pixabay

Se antes a chegada dos 60 anos e a aposentadoria eram associadas a permanecer em casa, não gozar de boa saúde e se afastar da vida social, hoje esse cenário é totalmente diferente. A faixa da população chamada de terceira idade é composta por pessoas ativas, articuladas, com desejo e poder de consumo. A Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV Nacional) corrobora com essa perspectiva ao diagnosticar que viajantes com mais de 65 anos são responsáveis pela compra de 15% dos pacotes de turismo ofertados em todo Brasil. São viagens nacionais e internacionais, realizadas solo, em casal ou em grupos de familiares e amigos.
Na RDC, clube de viagens por assinatura com mais de 70 mil clientes em todo o Brasil, esse nicho corresponde a 13% de sua base, com promessa de crescimento. Eles viajam, em sua maioria, acompanhados pelo cônjuge ou com filhos ou/e netos. Mas há também uma parcela que prefere viajar só. “Outra característica desse público é a preferência por destinos com praia e sol, sobretudo na região Nordeste, seguidos pela região Sudeste, e também por viajar na baixa temporada. Eles têm especificidades, como a busca por conforto e super planejamento. Por esta razão, têm procurado muito o serviço que oferecemos, pois se sentem mais seguros tendo apoio profissional para organizar suas viagens”, revela Júlio Castanheira, Diretor de Hotelaria da RDC.
Para auxiliar este perfil de viajante, a RDC selecionou algumas dicas simples, mas essenciais, para que sua viagem seja um sucesso.
Planejamento - Uma boa viagem começa no planejamento, desde a reserva, passando pela análise da localização do estabelecimento hoteleiro, infraestrutura, transporte e orçamento. Deve-se levar em consideração o contato com alguém da família ou responsável para possíveis incidentes.
Escolha do hotel - A escolha das acomodações é um fator decisivo para esse nicho, que procura conforto e comodidade. É importante se atentar à estrutura do estabelecimento hoteleiro, se ele possui quartos adaptados e acessibilidade. Outra dica valiosa é optar por um lugar que tenha por perto farmácias e hospitais para casos de emergências.
Preparação das malas - Idosos precisam levar as suas malas mais completas possíveis, com roupas para mudanças de temperaturas e sapatos confortáveis. O conforto é o tema central para esse tipo de viagem, portanto, as malas também não podem ser difíceis de ser carregadas.
Seguro saúde e medicações - É essencial estar com seguro saúde para a viagem. Antes de partir, é recomendado passar pelo seu médico para checar se está tudo bem. Se o viajante fizer uso de medicação, é importante ter prescrições, caso seja necessário adquiri-la durante a viagem.
Aproveitar ao máximo - Essa vale para todas as idades. Viajar é o momento de relaxar, se divertir, descontrair e aproveitar minuto a minuto, seja em casal, grupo de amigos, filhos, netos ou com você mesmo.
Alguns destaques da RDC Férias:
  • Cerca de 70 mil assinantes, crescimento de 10,3% em 2018 comparado a 2017
  • Mais de 20 mil hotéis nacionais e internacionais acessíveis pela RDC
  • Mais de 269 mil diárias utilizadas pelos assinantes na rede parceira de hotéis em 2018
  • 19 mil diárias-extras oferecidas com tarifa exclusiva para assinantes

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário

São proibidas palavras impróprias ou xingamentos.

Sugestões, dúvidas, elogios e críticas construtivas são sempre bem vindos!

Obrigada pelo comentário!