Banda Baleia retorna a BH

Banda é do Rio de Janeiro - Foto por Felipe Abraão
O novo show apresenta canções de “Corações Fantasma”, dico que está sendo lançado em forma de eps, além dos sucessos de seus primeiros álbuns. “O que estamos fazendo, na prática, é romper com uma dinâmica que já não faz muito sentido pra gente. A ideia de lançar um álbum de mais ou menos 12 faixas foi normatizada porque era o quanto cabia num LP ou CD e, na hora de vender, quanto mais, melhor, independente da qualidade. Hoje, o jeito que as pessoas consomem música mudou completamente, o mercado mudou completamente. Então, decidimos fazer um experimento. Unir o útil ao agradável. Um projeto que esteja mais de acordo com a natureza, velocidade e dinâmica dos tempos, ao mesmo tempo em que se apropria disso poeticamente. Por isso, o “disco vivo”. Queremos que ele seja, no máximo de dimensões possíveis, um reflexo desses tempos. Isso vai desde a composição até a comercialização, passando pelas apresentações ao vivo, pelas parcerias etc. Ele é fluido e não sabemos qual será o resultado final. Mas será um resultado final sólido como um disco tradicional de 10, 12 faixas. Então, ao fim, agradará aos tradicionalistas também”, explicou o integrante Gabriel Vaz ao festival RecBeat, de Recife, onde foram uma das atrações.

Baleia
O lançamento do Quebra Azul (2013), primeiro álbum da Baleia, trouxe muitas novidades e transformações para o grupo. Foi um dos discos mais elogiados pela crítica naquele ano, figurando em inúmeras listas de melhores álbuns, além de ter uma incrível recepção do público – o que possibilitou ao grupo uma ascendência bastante veloz na cena independente. ‘Casa’ conquistou os charts do Spotify, alcançou rapidamente a marca de 1 milhão de streams e chegou a ser a 13ª música mais compartilhada do mundo na plataforma.
Em seguida, a banda lançou ATLAS (2016) , seu segundo álbum, que recebeu elogios exaltantes de público e crítica, chamando a atenção de personalidades internacionais, como a estrela pop mexicana Ximena Sariñana e o aclamado escritor português Valter Hugo Mãe que, ao descobrir a influência do seu livro ‘A Desumanização’ na criação do álbum, declarou que “Para quem ficou suspeitando que Baleia é uma grande banda, não precisa suspeitar mais. Baleia é pura maravilha. Muito orgulho nisso.”
Fora do universo musical, a Baleia também tem trabalhado com afinco nas suas obras visuais. O clipe de ‘Volta’, primeiro single do ATLAS, foi finalista do New York Independent Film Festival (NY) e do Music Video Festival (SP). E contrariando as previsões do mercado de que o álbum físico é um produto morto, a Baleia lançou, também em 2016, um livro ilustrado baseado nas músicas do ATLAS. Com ele, a banda mostrou um universo visual que representava os mundos e sentimentos criados em cada uma das músicas do disco.
Agora, a banda trabalha com um novo projeto, um disco aberto que propõe um novo formato de ser fazer álbum.

Sobre a Do Ar
A DO AR é um espaço de múltiplas experiências. O principal objetivo da casa é proporcionar ao público vivências únicas, individuais e coletivas. Café, coworking, restaurante, casa de show, bar, espaço para arte e design e muito mais. Todas essas vertentes se encontram e conversam num ambiente agradável, elaborado por Éolo Maia, importante nome da arquitetura pós-moderna.
No cardápio, produtos locais são protagonistas desde os pratos até os drinks e vinhos, passando pelos chopes especiais. Na casa, mirante com pufes, rede para descanso, salão para shows, jardim e bar. Diversidade, multiplicidade e plasticidade.

Serviço
Show Baleia
Data: 25 de maio, sábado
Horário: 20:00 – 23:59
Ingressos: R$20,00.
Local: DO AR, 32 Rua Amoroso Costa, Santa Lucia

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário

São proibidas palavras impróprias ou xingamentos.

Sugestões, dúvidas, elogios e críticas construtivas são sempre bem vindos!

Obrigada pelo comentário!