Malas a Postos - Ilha da Madeira

Ponta de São Lourenço é uma das belíssimas paisagens da Ilha da Madeira - Foto por Turismo de Portugal (Descubra Madeira)


Portugal vai ser um destino super comum aqui no 'Malas a Postos'! Tem tanta paisagem bonita e tanto lugar incrível que vamos ter muito o que falar!

Hoje falaremos da Ilha da Madeira, terra natal de Cristiano Ronaldo, um dos maiores jogadores de futebol da história. Ele, que é constantemente associado ao meme "sou lindo", nasceu num lugar realmente magnífico, e é o que você vai ver por aqui hoje.


Mais uma vez, o pessoal do Turismo de Portugal vai nos ajudar nessa. Então, prepare-se e... Malas a postos!




Considerado o melhor destino insular do mundo, a Ilha da Madeira é um pequeno paraíso português situado em meio à imensidão do Oceano Atlântico. De origem vulcânica, sua localização privilegiada proporciona clima ameno e mar com temperatura agradável o ano inteiro, além de impressionantes cenários de montanhas, vales e penhascos, todos cobertos pela exuberante vegetação Laurissilva, nomeada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. O arquipélago é formado por um conjunto de ilhas, sendo as principais e únicas habitadas Madeira e Porto Santo. Há excelentes opções em balneários, monumentos históricos e ótimos hotéis e restaurantes, onde se pode provar a deliciosa gastronomia e os premiados vinhos madeirenses.




Funchal, terra natal de Cristiano Ronaldo, é linda! - Foto por Turismo de Portugal (Descubra Madeira)



Motivos para ir para a Ilha da Madeira



1. A gastronomia - A cozinha madeirense é criativa e absolutamente deliciosa, focada principalmente nos produtos do mar, embora explore muitas outras vertentes, apostando em temperos e frutas locais. Com isso, as refeições se tornam banquetes incríveis como aqueles feitos no Olimpo, segundo a mitologia grega, com iguarias de dar água na boca e experiências gastronômicas inesquecíveis. 
2. As levadas - Há mais de quatrocentos anos, os colonizadores da Madeira começaram a construir canais de irrigação na ilha, para levar água do norte do seu território para o sul. Os mais recentes têm quase oitenta anos. O resultado são inúmeros caminhos belíssimos em meio à vegetação nativa, onde é fácil relaxar, conectar-se com a natureza e conhecer a verdadeira Ilha da Madeira.
3. As praias - O Arquipélago da Madeira tem duas ilhas habitadas: a Ilha da Madeira e a Ilha do Porto Santo. A primeira tem lindas praias de cascalho ou areia escura, todas de água transparente, além de piscinas naturais fenomenais. Já Porto Santo tem praias de areia dourada e água bem azul, onde se pode curtir muitos dias de sol.
4. A Floresta Laurissilva - Assim como a Floresta Amazônica no Brasil, a Floresta Laurissilva é um bioma rico e único no mundo. A diferença é que este ecossistema está espalhado pelas ilhas da Macaronésia (Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde) e possui uma área muito menor que a floresta brasileira. É um local de natureza exuberante que vale a pena explorar.
5. A Fajã dos Padres - Este pequeno oásis na Ilha da Madeira é um tesouro bem escondido, acessível apenas por barco ou teleférico. É uma pequena extensão de terra à beira-mar junto de uma rocha, um refúgio que reúne um pouco de tudo que a ilha tem de bom: praia, natureza e até um delicioso restaurante e casas para se hospedar.
6. Os madeirenses - Muitas vezes ouvimos falar da fama de moradores de alguns destinos turísticos. Em alguns lugares do mundo, as pessoas não têm muita paciência com os viajantes, não gostam de ter sua rotina interrompida por perguntas ou de ajudar os visitantes. Na Madeira, é totalmente diferente. Os habitantes adoram os turistas e esbanjam hospitalidade.
7. Os hotéis - Ficar em um bom hotel pode deixar uma viagem mil vezes melhor. Na ilha, há inúmeras opções de hospedagem de primeira, com quartos espaçosos e bem decorados, restaurantes deliciosos, piscina, spa e acesso ao mar. Dos mais charmosos aos grandes resorts luxuosos, não vai faltar um bom lugar para dormir e se sentir como um rei.
8. Os cenários - Já falamos das praias e da fascinante floresta, mas a Madeira também tem montanhas, vinhedos, vilas charmosas e uma capital animada. O conjunto é arrebatador, e garante cenários impressionantes, como um centro histórico encantador e mirantes com vistas que deixam qualquer um de queixo caído.
9. A fauna e a flora - Por ter uma natureza exuberante, o destino tem muita vida a mostrar. No mar, os mergulhos garantem encontros com tartarugas e peixes coloridos, além de lindos corais; em passeios de barco, é possível avistar golfinhos e baleias; nas florestas, há plantas incríveis, que não existem em nenhum outro lugar do mundo; mesmo nos mercados, pode-se comprar frutas exóticas, como o maracujá roxo ou a anona.
10. Turismo ativo - Madeira dispõe de um leque de atividades para todas as idades e gostos, seja para os turistas que procuram relaxar ou aqueles que adoram viver emoções em meio à natureza. Caminhadas, passeios de mountain biking, escaladas, canyoning e outras opções garantem muita adrenalina, sempre com total segurança.

Levada do Castelejo, em Porto da Cruz - Foro por Francisco Correia

Vistas inesquecíveis
Por ser uma ilha montanhosa, a Madeira, destino português em meio ao oceano Atlântico, tem muitos spots perfeitos para curtir a paisagem. As opções são inúmeras: com vista para o mar, para a cidade, para as montanhas ou para a floresta. Muitos desses mirantes estão no final de uma trilha em meio à natureza, e são uma recompensa gratificante para um pouco de exercício.
Abaixo, veja cinco mirantes inesquecíveis da Ilha da Madeira.
Cabo Girão - Este é o mais famoso mirante madeirense, que está sobre uma parede rochosa de 580 metros debruçada sobre o oceano e com vista para o mar e a capital, Funchal. Ele conta com uma passarela suspensa de vidro, conhecida como skywalk, que garante uma experiência eletrizante.
Pico do Areeiro - Neste ponto do destino, os visitantes se sentem nas nuvens. Isso porque o Pico do Areeiro está a 1.818 metros de altitude, sendo o segundo pico mais alto da Madeira. De lá, é possível apreciar o cenário do maciço central da ilha e começar uma emocionante trilha até o Rico Ruivo, este sim o mais alto do destino.
Pico dos Barcelos - Um dos melhores mirantes da Madeira, o Pico dos Barcelos está a 355 metros de altitude e tem acesso fácil. Dele, é possível observar toda a Baía do Funchal e, em dias claros, pode-se ver até mesmo as Ilhas Desertas, conjunto de ilhas desabitadas que fazem parte do arquipélago. A visão é de 360 graus, o que o deixa ainda mais impressionante.
Farol da Ponta do Pargo - Este farol de 97 anos está na ponta oeste da Madeira, e seu mirante está a 312 metros de altitude. É um lugar perfeito para assistir o sol se pôr no mar, em um verdadeiro espetáculo de cores da natureza. A paisagem do mar e da costa sudoeste, mais selvagem, é de tirar o fôlego.
Ponta do Rosto - Este ponto da ilha é único, pois permite observar tanto a costa norte quanto a costa sul da Madeira e, em dias de sol, é possível ver até mesmo Porto Santo, a outra ilha habitada do arquipélago que guarda belas praias. O contraste entre o mar do norte, com ondas revoltas, e o mar do sul, bastante pacífico, é muito interessante.




Porto Santo é um local maravilhoso! - Divulgação Turismo da Madeira

Dez experiências únicas que você pode viver na Ilha da Madeira


Ver golfinhos e baleias - Nada de aquários ou zoológicos. Golfinhos e baleias nadam livremente pelas águas que circundam a ilha, e basta um passeio de barco para vê-los de perto em seu habitat natural, brincando e espirrando água por aí.
Provar frutas exóticas - As condições climáticas da Madeira permitem o cultivo de diversas plantas que são inéditas mesmo para os brasileiros, que moram em um país tropical e tão diverso. Por lá, é possível provar os sabores do maracujá roxo, da anona e da ginja, por exemplo.
Nadar em piscinas naturais - Com uma geografia acidentada e montanhosa, este destino tem em alguns pontos da costa piscinas naturais formadas por rochas, onde o mar entra naturalmente. O cenário é estonteante, com águas cristalinas e o oceano ao fundo, e nadar em uma delas é uma experiência inesquecível.
Explorar uma floresta icônica - A sensação de possuir uma floresta exuberante e única não é exclusiva dos brasileiros. A Madeira é lar da Floresta Laurissilva, que só existe nas ilhas desta região do Atlântico e é extremamente rica. Você pode fazer caminhadas por suas trilhas e conhecer não apenas as lauráceas, árvores que deram o nome à floresta, mas também rios, lagos e paisagens imperdíveis.
Aproveitar uma praia de 9 quilômetros - Porto Santo, a segunda ilha habitada do arquipélago da Madeira, possui uma praia com 9 quilômetros de extensão, o que lhe rendeu o apelido de “Ilha Dourada”. A água cristalina é deslumbrante e a areia clarinha tem propriedades terapêuticas comprovadas, rica em minerais como magnésio, cálcio, fósforo e estrôncio. Por isso, é usada em tratamentos para problemas reumáticos e ortopédicos.
Descobrir como é feito um dos vinhos mais famosos do mundo -O vinho Madeira é famoso no mundo todo pelo seu alto teor alcoólico, excelente qualidade e ótima longevidade. Numa viagem ao arquipélago, vale a pena conhecer algum dos produtores de vinho, aprender como ele é feito e fazer uma degustação.
Aventurar-se em cavernas - A atividade vulcânica formou, há quase 900 mil anos, um percurso subterrâneo de quase um quilômetro na Ilha da Madeira: as Grutas de São Vicente. Além do visual incrível, o passeio pelas grutas explica como o arquipélago foi originado.
Conhecer uma ilha desabitada - Embora as principais ilhas do arquipélago sejam Madeira e Porto Santo, existem outras ilhas e ilhotas desabitadas que fazem parte dele. As Desertas, por exemplo, são uma reserva natural acessível em excursões de barco, que terminam em uma baía de águas cristalinas onde se pode nadar, fazer snorkeling e relaxar. Os moradores mais célebres de lá são as focas monge, a espécie de foca mais rara do mundo.
Desfrutar de vistas de perder o fôlego - Por ser montanhosa, a Madeira tem diversos mirantes espalhados por pontos altos da ilha. As vistas são impactantes e há diferentes ângulos para apreciar, desde as interessantes formas do litoral até a exuberante vegetação da floresta, passando por charmosas vilas e cidades.

Ver flores exóticas - Assim como frutas diferentes podem ser cultivadas na Madeira, seu clima também permite que a ilha seja lar de flores vindas de diversas partes do mundo. Por isso, uma das atividades mais legais de se fazer por lá é visitar um de seus muitos jardins, repletos de cores e formas que você nunca viu antes.

Gastronomia
Mercado de Funchal conta com produtos super coloridos - Foto por Greg Snell

Quando viajamos, existem algumas coisas que gostamos de fazer para conhecer bem o destino: visitar os pontos turísticos mais importantes, experimentar um prato típico e passear pelo centro da cidade, por exemplo. Pensando nessas experiências essenciais de viagem, uma empresa da Ilha da Madeira criou um passeio que engloba todos esses aspectos de uma visita turística ao destino português, localizado em meio ao Atlântico.
O Wine and Food Walking Tour segue um itinerário com nove paradas, 11 provas de comida e seis degustações de vinho. Assim, o turista percorre os importantes pontos da cidade, aprendendo sobre sua cultura, história e arquitetura, enquanto descobre sua gastronomia e vinhos, provando o que há de mais tradicional e autêntico em restaurantes e produtores de vinho.
No passeio pela capital, Funchal, os visitantes experimentam um chocolate 100% madeirense, doces tradicionais, sanduíches típicos de filé de peixe-espada ou atum, frutas exóticas e uma verdadeira refeição madeirense, onde se pode provar pratos como o peixe-espada-preto com banana, as lapas, um tipo de molusco local, ou o bife de atum.
Além de degustar o vinho Madeira, famoso em todo o mundo, os participantes do tour também provam a poncha, drink típico feito com aguardente, mel e limão.
Entre os momentos de comer e beber, os visitantes percorrem a cidade, conhecendo seu charmoso centro histórico e importantes pontos turísticos, como o Mercado dos Lavradores, onde há muitas flores e frutas locais.
O tour dura cerca de duas horas e meia e pode ser reservado diretamente pelo site da empresa: www.discoveringmadeira.com.

Hospedagem
Les Suites Porto Bay é uma das novidades de hospedagem na ilha - Divulgação
Ilha da Madeira tem novidades para a próxima temporada de verão. Três hotéis incríveis abrirão as portas entre maio e junho, bem em tempo da estação mais quente do ano, que vai do final de junho até setembro neste destino português localizado em meio ao Oceano Atlântico.
O primeiro a iniciar as operações, em maio, será o Pestana Churchill Bay, concebido a partir da adaptação de dois edifícios antigos da cidade. Com 57 quartos, está localizado na baía de Câmara de Lobos, uma pitoresca cidade de pescadores que fica a poucos minutos da capital, Funchal.
A maioria dos quartos tem vista para o mar, e o Pestana Churchill Bay conta ainda com uma piscina panorâmica e um restaurante de sabores regionais com bar e área ao ar livre. Ao redor, o cenário tem casinhas brancas, vinhedos e o azul do Atlântico, com tudo o que os viajantes precisam para férias relaxantes e genuinamente madeirenses.
Em junho, é a vez do cinco estrelas Les Suites at the Cliff Bay, que é o novo irmão do emblemático The Cliff Bay. Com uma localização privilegiada em Funchal, possui 23 suítes de luxo com vista para o mar ou para os fabulosos jardins da propriedade de seis mil metros quadrados.
Ambiente confortável, sacadas espaçosas e agradáveis e um serviço de altíssima qualidade se unirão com uma estrutura excelente, com piscina infinita, restaurante, bar, biblioteca, sala de cinema, sala de jogos, room service 24h e transfer gratuito para o centro da capital. Além disso, os hóspedes poderão desfrutar de todas as facilidades do The Cliff Bay, como acesso ao mar, piscina de água salgada, piscina infantil, spa e até um restaurante com 2 estrelas Michelin, o Il Galo d’Oro.
A terceira abertura, que também acontece em junho, é o Savoy Palace, um cinco estrelas superior que é o maior dos três novos hotéis. Serão 352 quartos e suítes, academia, spa, cinco restaurantes, seis bares, um centro de congressos com oito salas de reunião e um salão com capacidade de receber 1.400 pessoas, tudo isso com uma excelente localização na capital da Madeira.
Este resort urbano, que é o sexto empreendimento da rede Savoy, tem o projeto de design de interiores com a assinatura da renomada artista Nini Andrade Silva e a empresa RH+ Arquitectos. O resultado é a conjunção harmoniosa de um forte componente histórico com um estilo arrojado e moderno.


Pra quem não gosta de frio, junho a setembro é a época perfeita para conhecer a Ilha da Madeira. Mas vamos combinar que bonita desse jeito, qualquer época é boa, né?
Esse foi mais um 'Malas a Postos'! Até a próxima!

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário

São proibidas palavras impróprias ou xingamentos.

Sugestões, dúvidas, elogios e críticas construtivas são sempre bem vindos!

Obrigada pelo comentário!